• Até 7 dias para devolver a compra
  • Frete Grátis Sul e Sudeste nas Compras Acima de R$299,99, Demais Regiões R$499,99
0
Seu carrinho está vazio
Dicas

Com quantos meses o bebê começa a andar? Entenda agora!

Publicado em 05.02.2024 |
Visualizações
1.728 visualizações
Imagem do autor Equipe de Redação Piradinhos
Equipe de Redação Piradinhos
Redator da Piradinhos

O desenvolvimento motor de um bebê é uma jornada fascinante e única, com marcos importantes que variam de criança para criança. Um dos momentos mais aguardados pelos pais é quando o bebê começa a dar seus primeiros passos. No entanto, não existe uma resposta única para a pergunta "Com quantos meses o bebê começa a andar?", pois cada criança se desenvolve em seu próprio ritmo.

Os pais devem estar atentos aos sinais de desenvolvimento motor e proporcionar um ambiente seguro e encorajador para que seus filhos explorem e pratiquem suas habilidades motoras. Consultar o pediatra regularmente também é essencial para garantir que o bebê está atingindo os marcos adequados para sua idade.

Quais são os primeiros sinais de que o bebê vai começar andar?

O desenvolvimento motor de cada bebê é único, mas geralmente, existem alguns sinais comuns de que um bebê está se preparando para começar a andar. Estes podem incluir:

Rolar e Virar:

Bebês muitas vezes começam rolando antes de engatinhar e, em seguida, podem começar a se virar para se movimentar.

bebe andando

Foto: Divulgação

Engatinhar:

Muitos bebês começam a engatinhar antes de começar a andar. Isso ajuda a fortalecer os músculos necessários para ficar em pé e andar.

Ficar de Pé:

Se o bebê começa a ficar de pé apoiado em móveis, como mesas de café ou sofás, é um sinal de que estão desenvolvendo a força nas pernas.

Agarrar-se a móveis:

Bebês muitas vezes usam móveis para apoiar-se enquanto tentam ficar em pé ou dar alguns passos.

Equilíbrio:

Desenvolver equilíbrio é crucial para começar a andar. Se o bebê fica em pé por alguns segundos sem apoio, isso indica um progresso nessa habilidade.

Passos de apoio:

Alguns bebês podem dar alguns passos enquanto seguram em mãos adultas ou em móveis antes de começar a andar de forma independente.

Exploração:

Um aumento na vontade de explorar o ambiente pode ser um sinal de que o bebê está se preparando para andar. Eles podem começar a se aventurar mais longe dos pais.

Lembre-se de que cada bebê é único e pode atingir esses marcos em diferentes idades. Além disso, alguns bebês podem pular alguns desses estágios e começar a andar sem passar por todas as etapas mencionadas. Se você tiver preocupações sobre o desenvolvimento motor do seu bebê, é sempre aconselhável conversar com o pediatra para obter orientação personalizada.

Como estimular o bebê a andar?

Estimular um bebê a andar envolve fornecer oportunidades para o desenvolvimento motor, equilíbrio e força muscular. Aqui estão algumas maneiras de incentivar o bebê a dar seus primeiros passos:

bebe dando primeiros passos

Foto: Divulgação

Tempo de Barriga:

Colocar o bebê de bruços enquanto está acordado ajuda a fortalecer os músculos do pescoço, costas e ombros, preparando-o para atividades motoras, como rastejar e andar.

Estímulo Visual:

Coloque brinquedos ou objetos interessantes ligeiramente fora do alcance do bebê enquanto ele está deitado ou sentado. Isso pode incentivá-lo a tentar alcançar e eventualmente levantar-se para pegar.

Carrinhos de Empurrar:

Brinquedos como caminhantes ou carrinhos de empurrar podem oferecer apoio enquanto o bebê pratica ficar de pé e dar alguns passos. Certifique-se de que esses brinquedos sejam seguros e apropriados para a idade do bebê.

Apoio em Móveis:

Posicione brinquedos ou objetos interessantes em mesas baixas ou sofás para encorajar o bebê a se levantar e se apoiar enquanto explora.

Brincadeiras no Chão:

Coloque brinquedos no chão para incentivar o bebê a rastejar e se movimentar. Isso ajuda no desenvolvimento da coordenação motora e na força necessária para ficar em pé.

Brincadeiras de Engatinhar:

Encoraje o bebê a engatinhar perseguindo brinquedos ou rastejando em direção a você. Isso desenvolve a coordenação motora e a força nas pernas.

Jogos de Empurrar e Puxar:

Brinquedos que podem ser empurrados ou puxados, como carrinhos de brinquedo, podem ser divertidos e também ajudar a fortalecer os músculos necessários para caminhar.

Incentivo Positivo:

Elogie e celebre cada pequeno progresso. Isso não apenas incentiva o bebê, mas também cria uma associação positiva com o desenvolvimento motor.

Afinal, com quantos meses o bebê começa a andar?

O início do desenvolvimento motor, incluindo o momento em que um bebê começa a andar, pode variar significativamente de uma criança para outra. Geralmente, a maioria dos bebês começa a dar seus primeiros passos entre 10 e 12 meses de idade. No entanto, é importante lembrar que essas são apenas estimativas e não regras rígidas.

Alguns bebês podem começar a andar um pouco mais cedo, por volta dos 9 meses, enquanto outros podem demorar até 15 meses ou mais. Além disso, fatores como a prática do engatinhar, a força muscular, o equilíbrio e a motivação do bebê podem influenciar o momento em que ele começa a andar.

Se você tiver preocupações sobre o desenvolvimento motor do seu filho, é sempre aconselhável discutir isso com o pediatra. Eles podem avaliar o progresso do desenvolvimento do seu bebê e oferecer orientações personalizadas com base na situação específica.

O bebê precisa engatinhar para andar?

Enquanto muitos bebês passam pela fase de engatinhar antes de começarem a andar, alguns podem pular essa etapa e ir diretamente para ficar em pé e dar os primeiros passos.

O desenvolvimento motor de cada bebê é único, e o tempo e a sequência dos marcos do desenvolvimento podem variar. Alguns bebês podem rolar, sentar-se ou até mesmo ficar em pé antes de engatinhar. O importante é que, ao longo dos meses, eles desenvolvam a força muscular, o equilíbrio e a coordenação necessários para sustentar o peso do corpo e começar a andar.

Se você notar que o seu bebê não está atingindo os marcos do desenvolvimento motor dentro do intervalo considerado normal, pode ser útil discutir isso com o pediatra. Em muitos casos, o atraso no desenvolvimento não é motivo de preocupação, mas é sempre bom ter uma avaliação profissional para garantir que tudo esteja progredindo conforme o esperado.

bebe dando passos

Foto: Divulgação

E aí, gostou?

O início da caminhada de um bebê é um marco emocionante e individual. Cada criança tem seu próprio tempo para desenvolver habilidades motoras, e os pais devem celebrar e apoiar cada etapa desse incrível processo de crescimento! Para mais conteúdos incríveis como esse continue acompanhando nosso Blog e fique de olho na Loja Piradinhos para conferir as novidades em roupas de bebê!

Perguntas frequentes

Quais sinais os bebês dão de que vão começar a andar?

Aqui estão alguns desses sinais:

  • Ficar de pé com apoio: O bebê começa a mostrar interesse em ficar de pé segurando em objetos, como móveis, berços ou grades do berço. Ele pode se levantar, apoiando-se nas mãos ou em objetos ao seu redor.
  • Cruzar móveis: O bebê tenta se movimentar segurando-se em móveis e deslizando de um objeto para outro. Ele começa a experimentar dar alguns passos, ainda segurando em móveis.
  • Aumento da força nas pernas: Os músculos das pernas do bebê começam a se fortalecer, permitindo-lhe suportar o peso do corpo por curtos períodos.
  • Prática de agachamento: O bebê pode começar a se agachar e se levantar repetidamente, desenvolvendo assim a força necessária nas pernas.
  • Equilíbrio melhorado: O bebê mostra sinais de melhor equilíbrio, podendo manter-se sentado por períodos mais longos sem apoio.
  • Expressão de interesse em andar: O bebê pode apontar ou esticar os braços na direção de objetos ou pessoas, indicando o desejo de se movimentar em direção a eles.

Com quantos meses o bebê começa a andar de fato?

O momento em que um bebê começa a andar pode variar significativamente de uma criança para outra. Em média, muitos bebês dão seus primeiros passos entre os 10 e 15 meses de idade. No entanto, é importante destacar que essa é apenas uma média, e há uma ampla variação considerada normal. Alguns bebês podem começar a andar mais cedo, por volta dos 9 meses, enquanto outros podem levar até 18 meses ou mais para dar seus primeiros passos. O desenvolvimento motor de cada bebê é único, influenciado por fatores genéticos, ambientais e individuais.

Como fazer estímulos para o bebê andar?

Veja algumas dicas:

  • Tummy Time: Permita que o bebê passe um tempo de bruços diariamente para fortalecer os músculos do pescoço, costas e braços.
  • Estímulos Visuais: Coloque brinquedos ou objetos interessantes ligeiramente fora do alcance do bebê para incentivá-lo a se movimentar.
  • Apoio Seguro: Coloque brinquedos ou objetos em móveis baixos para que o bebê tenha algo para se segurar e se levantar.
  • Música e Dança: Crie um ambiente animado com música e dança, encorajando o bebê a se movimentar e acompanhar o ritmo.
  • Caminhadas de Mão Dada: Segure as mãos do bebê enquanto ele tenta dar alguns passos, proporcionando um apoio seguro.
  • Brinquedos de Empurrar: Brinquedos como carrinhos de empurrar podem ser ótimos para incentivar a prática de andar.
  • Espaço Seguro: Ofereça um ambiente seguro e livre de obstáculos para que o bebê possa explorar e praticar seus movimentos.
  • Elogios e Encorajamento: Celebre cada tentativa e conquista do bebê com elogios e encorajamento positivo.

O andador pode ajudar o bebê a andar?

O uso de andadores é um tópico debatido entre os profissionais de saúde infantil. Andadores tradicionais, que são estruturas com rodas que permitem que o bebê se mova ao empurrar com os pés, costumam ser desencorajados por muitos pediatras e organizações de saúde.  Andadores podem aumentar o risco de acidentes e lesões. Eles permitem que o bebê se mova rapidamente e alcance objetos perigosos ou áreas inseguras, como escadas. Alguns estudos sugerem que o uso excessivo de andadores pode atrasar o desenvolvimento motor normal, incluindo o aprendizado de andar sem apoio. Andadores podem colocar o bebê em uma posição vertical antes que ele esteja pronto, o que pode afetar negativamente a postura e o desenvolvimento muscular. Em vez de andadores tradicionais, muitos especialistas recomendam métodos mais seguros e naturais para incentivar o desenvolvimento motor do bebê, como permitir que ele tenha tempo livre no chão para explorar e praticar engatinhar e se levantar.

Aceite os cookies e tenha uma melhor experiência em nosso site, consulte nossa Política de Privacidade.